Após duas mortes em Juína, assassino acaba preso no litoral de SC

 



NOTÍCIAS / POLÍCIA

Após duas mortes em Juína, assassino acaba preso no litoral de SC

Folha Max

09 de Julho de 2024 as 15:09

  Foto: Divulgação

Policiais civis da Delegacia de Juína cumpriram nesta segunda-feira (8), em Santa Catarina, o mandado de prisão de um dos executores de um duplo homicídio ocorrido no mês de dezembro, no município do noroeste mato-grossense. A prisão ocorreu na cidade de Itajaí, no litoral catarinense.

Alexsandro Rocha Marques, de 21 anos, conhecido como ‘Popó’ e Carlos Henrique Rocha, o ‘Coquinho”, de 22 anos, foram mortos em dezembro do ano passado, em Juína (735 km de Cuiabá). O corpo de um deles continua desaparecido.

Após a execução da dupla, os criminosos foram até a ponte do Rio Juruena, entre Juína e Brasnorte, e jogaram os corpos no rio, no intuito de ocultarem o crime. O corpo de Alexsandro foi encontrado dias depois.

Já o de Carlos Henrique permanece desaparecido. A investigação apontou que as mortes ocorreram devido à proximidade das vítimas com uma facção rival à dos executores.

Na semana passada, a Polícia Civil cumpriu outros quatro mandados de prisão contra envolvidos no duplo homicídio. Três ordens judiciais foram cumpridas contra reclusos no Centro de Detenção Provisória de Juína, onde já estavam presos por outros delitos, e outro mandado foi efetuado na cidade de Sinop. “Com a prisão desta segunda-feira, a Polícia Civil caminha para a conclusão de um caso complexo de investigação no Noroeste do estado, envolvendo homicídios ocorridos nos municípios de Juína e Castanheira em 2023, e colocando todos os criminosos à disposição da Justiça”, pontuou o delegado Ronaldo Binotti Filho.











DEIXE SEU COMENTÁRIO



SE LIGUE NA BAND FM! 98,1



Copyright © 2021 .   CENTER NEWS    Todos os direitos reservados.